FESTA JUNINA
 

O Tema Gerador do ano, a Identidade, teve seu desdobramento na Festa Junina do Colégio CEM e Escola Castelinho, com a Identidade Nordestina. Também fez uma homenagem a Luiz Gonzaga, trazendo sua obra e suas referências, como um representante inconteste dessa identidade.

Acompanhe aqui o programa das 24 apresentações e todo o roteiro para curtir essa festa que já é uma tradição de 36 anos, ininterruptos, em nossa comunidade.

 

 

Roteiro da Festa Junina: A Identidade Nordestina com Luiz Gonzaga

FABEL 2012

 

Kátia, Marcio, Alessandra e Deise – Acolhida ao Público.

 

Marcio - Luiz Gonzaga do Nascimento nasceu em Exu- Recife no dia 13 de dezembro de 1912. Cantador e sanfoneiro, filho de Januário José dos Santos e Ana Batista Jesus, passou sua infância na fazenda Caiçara.

Alessandra – No sertão pernambucano ajudando o pai a consertar sanfonas ou trabalhando na roça, aos dezessete anos comprou uma harmônica e começou a se aperfeiçoar. Para homenagear nosso eterno Rei do Baião, convidamos os alunos da fase especial junto com o grupo Pinto do acordeom para se apresentarem em nosso Arraial.

1ª apresentação: Paixão de beata – Fase especial Tia Márcia.

 

Marcio – Cantando acompanhado de sua sanfona, zabumba e triângulo, levou a alegria das festas juninas e do forró pé-de-serra. Fez até um pagode russo que será nossa próxima atração dançada pelos nossos alunos da Fase I da tia Fátima.

2ª apresentação: Pagode russo – Fase I Manhã Tia Fátima.

 

Alessandra – “Luiz de Januário” como era conhecido, aos 8 anos de idade, substituiu um sanfoneiro que falhou no trato em uma festa tradicional no terreiro de Miguelzinho, na fazenda Caiçara, no Araripe. Chamamos agora a turma da Fase I tarde da tia Márcia.

3ª apresentação: piri- piri- piriri. – Fase I Tarde Tia Marcia.

 

Marcio – Naquela noite Luiz Gonzaga recebeu pela primeira vez um cachê?E de 20 rés. Neste momento Luiz lembrava das palavras de dona Santana: “Luiz! Isso é gente pra tocar em dança? E se o sono der nele pru lá?”. Então quando viram à beleza de apresentação de Luiz ninguém cochilou. Fase II Tia Daniele.

4ª apresentação: É proibido cochilar. Tia Daniele Fase II Tarde.

  

Alessandra – Antes dos dezoito anos Luiz teve sua primeira paixão, uma moça da região. Filha do coronel Deolindo, que não o queria como genro e o ameaçou de morte. “Vixe” é melhor chamar logo a próxima atração que é a tia Patrícia com o forró do xenhenhen.

5ª apresentação: Forró do xenhenhen. Fase II Manhã.

 

Marcio – Luiz Gonzaga recebeu diversos apelidos: Rei do Baião, Majestade do Baião, Velho lua, gonzagão entre outros. E quando criança sempre demonstrava uma felicidade em quadrilhas e festas juninas. Chamamos a próxima atração voltada para as crianças da fase III.

6ª apresentação – Forró das crianças – Tia Cristina Fase III.

 

Alessandra – Já no Rio de Janeiro a 1ª contratação de Luiz Gonzaga, foi feita pela Rádio Nacional. Foi lá que teve contato com o acordeonista gaúcho Pedro Raimundo, que usava trajes típicos da sua região. Através deste contato Luiz Gonzaga teve a idéia de se vestir de vaqueiro, figurino este que consagrou o artista. Chamamos a turma do 3° ano do fundamental da tia Sil para a próxima apresentação.

7ª apresentação – Açucena Cheirosa – Tia Sil 1 ° ano.

 

Marcio – Falar do campo, da terra, das aves sempre foi muito fácil para Gonzagão. Suas letras e composições fazem uma bela tradução de todo sentimento identificado por ele. A terra é uma marca das músicas de Luiz Gonzaga que sempre nos faz refletir. A próxima atração traz Festa do milho dançada pelos alunos do 2° ano do Ensino Fundamental da Tia Eulália.

8° apresentação – Festa do Milho – Tia Eulália.

 

Alessandra – Dizem que as mais tradicionais festas juninas estão localizadas na Paraíba e em Pernambuco, estado de Luiz Gonzaga, ele até fez uma composição em homenagem a uma das maiores feiras brasileira a Feira de Caruaru, que será apresentada em nosso Arraial pelos alunos do 5° ano da Professora Marlene.

9ª apresentação – A Feira de Caruaru – 5° ano Professora Marlene

 

Marcio – Uma das mais conhecidas músicas de Luiz Gonzaga chama-se baião. E sabe quem vem mostrar como se dança um baião? Os alunos da Tia Sil do 3° ano do Ensino Fundamental.

10ª apresentação: Baião. 3° ano professora Sil.

  

Alessandra - Luiz Gonzaga traduzia muito bem a questão da força da Mulher que naquele tempo, vivido por coronéis e cangaceiros, eram mulheres perseverantes e lutadoras como até hoje. Não podemos entender os gêneros de forma depreciadora. Hoje muitas mulheres conquistaram seu espaço e respeito. Nossos alunos do 4° ano homenagearão a composição de Luiz Gonzaga “Paraíba Masculina”.

11ª apresentação: Paraíba masculina – 4° Ano professora Eulália.

 

Marcio – Para encerrar este primeiro bloco de apresentações chamamos nossos alunos da turma 702 para dançarem um gostoso forró.

12ª apresentação: forró – 702 – Inspetor Marcos.

 

Para encerrar o primeiro bloco da nossa Festa junina chamamos a turma do 6° ano para cantar e parodiar Asa Branca o maior sucesso de Luiz Gonzaga.

13ª Apresentação: Música cantada. Professores Regina e Wallace.

 

 2º Bloco de apresentações:

Marcio- Boa noite! Vamos dar inicio ao 2º bloco de apresentações do Arraial da Identidade Nordestina com Luiz Gonzaga.

 

Alessandra – Neste bloco nossas apresentações mostrarão como Luiz Gonzaga serviu de referência para os ritmos musicais tocados no norte, nordeste, sudeste e centro-oeste.

 

Marcio – Isso mesmo Luiz Gonzaga será apenas um motivo para fazermos esta linda viagem e conhecermos a energia das festas juninas destas regiões.

14ª apresentação - Jazz - Professora Marcele 

 

Alessandra- Para abrir o 2º bloco chamamos a turma 701 que mostrará o frevo dando um banho de cheiro a todos nós desse lindo Arraial na voz da paraibana Elba Ramalho, ensaiados pelo professor Marcio Barros.

15ª apresentação Banho de cheiro - 701.

 

 Alessandra – Luiz Gonzaga tem uma invejável e inexata discografia. Fala-se em quase 200 títulos lançados. Muitos sucessos enriquecem a galeria de belas canções do nosso homenageado e a turma 801 liderada pela professora Tamires apresentarão a coreografia Vida de Viajante.

16ª apresentação – Vida de Viajante. 801

 

 Marcio –– Ainda falando das bandas do Pará, outro grupo muito reconhecido por aquela e demais regiões brasileiras, apimentam o ritmo gostoso do forró eletrônico.

O grupo Calcinha preta estourou com o sucesso você não vale nada mais eu gosto de você dançados aqui pelos alunos do 9º ano encorajados pelo professor Deivid

 17ª apresentação – 902- Você não Vale Nada! – Professor Deivd.

 

Alessandra – O Techo brega ganha força vinda lá das bandas do Pará. Muitas bandas hoje fazem sucesso com um apelo popular para atingir o sucesso. Nossos alunos da turma 802 escolheram a música Ex my Love interpretada pela paraense Gabí Amarantos.

18º Apresentação Ex my Love . Professora Andréia

 

Marcio- Nas tramas da Tv, Luiz Gonzaga emprestou suas canções, principalmente em histórias passadas no nordeste brasileiro, quem aqui não se lembra do caixeiro viajante seu keker? Embalado nisso, outra trama de premiadíssimo Jorge amado Projetou Gabriela cravo e canela e a turma da 13 EM pede licença a Gonzagão apresenta em nosso arraial uma modinha para Gabriela.

19ª apresentação – 13 EM – Gabriela. Professora Deise.

 

Alessandra – Nosso homenageado sempre nos brindou com belas canções. No norte o carimbo é ricamente cultural e muito bem dançado por meninas com seus saiões. Luiz Gonzaga pensando nas meninas, compôs o Xote para as meninas e nossas alunas da 11 EM irá misturar estes dois ritmos do norte e nordeste. Lideradas pela professora Iara.

20ª apresentação – O xote das meninas. 11EM Professora Iara.

 

Marcio- Luiz Gonzaga não teve tanta sorte como os famosos das bandas de forró eletrônico de hoje. Participava dos forrós pé de serra, trazendo sua tristeza e as injustiças de sua árida terra ao sertão nordestino. Hoje estas bandas apelam para o amor e o prazer. Um grande contraste que será apresentado pela turma 22EM. Liderados pela professora Claudia.

 21ª apresentação 22 EM – Professora Claudia.

 

Alessandra - Um grande espetáculo na casa de show Spazio em Campina Grande 1988 marcava os 50 anos de carreira do cantor e compositor como Fagner, Elba Ramalho, Dominguinhos, Zé Ramalho, além de seu filho Gonzaguinha, entre outros. Para celebrar este momento chamamos a quadrilha maluca que mistura vários ritmos do nosso Brasil da 31 EM supervisionada pelo professor Osvaldo.

22ª Apresentação – Quadrilha maluca – Professor Osvaldo.

 

 Marcio – Mais um poopurri das famosas bandas eletrônicas de forró e sertanejo irão também se apresentar em nosso arraial com o desejo de agradecimento a Luiz Gonzaga.  Graças a ele o ritmo se popularizou e mais tarde se modificou. Com vocês nossos alunos da 12 EM liderados pelo Professor Marcos Siqueira.

23ª apresentação – 12 EM – Professor Marcos Siqueira.

 

Alessandra – Parece que o Pará não quer ser reconhecido apenas como a terra dos bois Garantido e Caprichoso. A Banda Calipyso também foi formada nesta região e leva o seu sucesso para todo Brasil e o Mundo. Nossos alunos liderados pelo professor Luciano pedem licença a Luiz Gonzaga para mostrar a Próxima apresentação.                         

Marcio - Encerrando nossa festa Chamamos nossos alunos 21 EM Em que farão sua apresentação, fazendo uma homenagem a Luiz Gonzaga e permitindo mais sucessos das famosas bandas eletrônicas de forró assim como o sucesso sertanejo fechando nosso arraial.

24ª apresentação – Coletânia de musicas - 21 EM Professor Marco Antônio.